Zconti

Contador para Médico!

A princípio, o primeiro passo para os recém-formados é procurar vaga no mercado de trabalho para colocar em prática oque aprendeu, porém, muitos médicos recém-formados tem o sonho de abrir a sua própria clínica, ser tornar seu próprio empreendedor, na verdade, muitos compartilha desse mesmo sonho e contigo não é diferente!

Entretanto, no mundo do empreendedorismo é preciso ter alguns conhecimentos técnicos, e um desses é sobre a contabilidade para médico. Logo a baixo estarei entrando em alguns tópicos, para facilitar seu entendimento. Continue a leitura e entenda!

curiosidades sobre uma contabilidade online

CNPJ Para Médico Com Redução De Impostos!

O primeiro passo para reduzir os impostos de um médico é contratar uma contabilidade especializada e em seguida abrir uma empresa para começar a trabalhar como médico pessoa jurídica, isso vai ajudar a pagar menos impostos e colocar mais dinheiro no bolso.

Para que aconteça de forma correta, é preciso contratar uma contabilidade para Médicos. O contador é o médico da tributação e das finanças e irá cuidar da saúde tributária e financeira do Dr(a).

Tributação

Existem algumas opções tributárias para Médicos escolher, a melhor opção vai te ajudar a pagar menos impostos e aumentar seu lucro. O ideal é fazer uma análise tributária do seu negócio para fazer a melhor escolha.

Opções tributárias como (Simples Nacional, Lucro Presumido, Lucro Real) nos próximos tópicos estarei te mostrando como cada uma funciona.

Regime Tributário

  • Simples Nacional: O regime tributário do Simples nacional é um modelo simplificado de pagamento de impostos do governo federal, onde são unificados todos os tributos sobre o faturamento da empresa e são apurados para pagamentos em guia única do Simples Nacional (DAS). Na tributação pelo simples nacional você poderá faturar R$360(mil) anual. E a alíquota inicial começa em 6% sobre o faturamento(com planejamento tributário) para Médicos que fatura até R$ 15 mil por mês nos últimos 12 meses.
  • Lucro Presumido: Esse imposto é calculado com base em uma estimativa de presunção do faturamento mensal da empresa podendo faturar até R$4,8 (milhões) anual. A tributação no Lucro presumido é feita a presunção e reduz a base de cálculo do imposto de renda (IRPJ) e da contribuição social (CSLL), para 32% do faturamento e depois aplica alíquota de 15% para IRPJ e 9% para CSLL. E fora isso tem que pagar 3,65% para os impostos PIS/COFINS, esse valor é calculado sobre o faturamento bruto mensal. E ainda tem que pagar o ISS (imposto sobre serviços), esse imposto pode variar entre 2% a 5% dependendo da prefeitura onde sua empresa será aberta ou está aberta.
  • Lucro Real: Mesmo que o Lucro Real seja do mesmo porte do Lucro Presumido, ele se diferencia na complexidade do seu cálculo e no limite de faturamento, para empresas tributar no Lucro Real ela tem que ter um rendimento superior a (R$78 Milhões) não é recomendado para todos os tipos de negócio.

Mas tudo precisa ser analisado, porque cada caso é diferente, o ideal é contratar uma contabilidade para médicos para analisar a situação e apontar o melhor caminho para pagar menos impostos.

             

6% De Imposto Para Médico, Como Conseguir?

Os Drs(a) que inicia suas atividades como médico  autônomo, sabia que você irá pagar 27,5% + 20% de contribuição ao INSS? A carga tributária para autônomo normalmente é muito alta e para os médicos se torna mais pesada ainda devido ao faturamento, acompanhe:

TRIBUTAÇÃO

MÉDICO AUTÔNOMO

27,5% IRRF+ 20% de INSS

Contudo, você pode reduzir essa carga para 6% abrindo um CNPJ no Simples Nacional, porém, existem alguns pontos que são preciso ser esclarecidos!

Você poderá  pagar a partir de 6% pelo Simples Nacional. Porém, você iniciará no anexo V do simples nacional, tributando 15,5%  por conta da atividade do seu CNAE (Classificação Nacional de Atividades Econômicas), entretanto, existe uma regra criada pelo governo para os empreendedores que queira incluir o pró-labore no seu CNPJ e essa regra é chamada de fator “R”.

Através de um planejamento tributário onde é usado a regra do  fator “R”. Onde você passa tributar do Anexo V para o Anexo III, entenda:

1 — Anexo III; Para empresas com empregados de carteira assinada e/ou pró-labore dos sócios, e faturamento de até R$ 180.000,00 por ano, a porcentagem é de 6%.

2 — Anexo V; Quando não há empregados e a faixa de faturamento anual é de até R$ 180.000,00, a porcentagem fica em 15,5%.

Ou seja! Você incluindo o seu pró-labore na folha de pagamento do seu CNPJ a sua Carga Tributária cai de 15,5% (Anexo V) para 6% (Anexo III).

Trazendo inicialmente uma grande redução e você contribuirá com o INSS pagando uma alíquota  muito menor do que os 20% que você pagaria como pessoa física. Com isso, muitos Médicos já pensam na possibilidade de passar de autônomo para pessoa jurídica.

CNAE para Médicos Pessoa Jurídica (PJ)

A pricípio, quais são os CNAE’S (Código Nacional de Atividade Econômica) mais adequado para atuar como Médicos PJ, segue lista abaixo:

8630-5/03 – Atividade médica ambulatorial restrita a consultas;

8630-5/01 – Atividade médica ambulatorial com recursos para realização de procedimentos cirúrgicos;

8630-5/99 – Atividade de atenção ambulatorial não especificado anteriormente;

8650-0/01 – Atividades de enfermagem;

8650-0/03 – Atividades de psicologia e psicanálise;

8650-0/04 – Atividades de fisioterapia;

8610-1/02 – Atividades de atendimento em pronto-socorro e unidades hospitalares para atendimento a urgências;

8630-5/02 – Atividades médica ambulatorial com recursos para realização de exames complementares;

8650-0/02 – Atividades de profissionais de nutrição;

8650-0/06 – Atividades de fonoaudiologia;

8650-0/99 – Atividades de profissionais da área de saúde não especificadas anteriormente;

Nota Fiscal Para Médico, Como Emitir?

A nota fiscal é muito importante para o funcionamento da sua empresa, através dela que você informará quais foram os serviços prestados, além disso, é através da nota que você saberá quais os impostos serão recolhidos. Entretanto, para você se torna apto a emitir Nota Fiscal, você precisa ter um CNPJ constituído,

Estarei te passando alguns passos que você terá que tomar:

  1. Alvará de Funcionamento;
  2. Inscrição Municipal; é por último
  3. Emissão de Nota Fiscal.

Alvará de Funcionamento

Entretanto! O Alvará de Funcionamento é concedido a prefeitura do seu município e os documentos exigido são:

  • Comprovante residencial;
  • Ficha de inscrição declarada (FID);
  • Cópia do CRM;
  • Área total do consultório;
  • Declaração de profissional autônomo;
  • Declaração de ciência e cópia autenticada do alvará dos bombeiros.

Contudo, é obrigatório ter a autorização do Corpo de Bombeiros para a abertura de clínicas ou consultórios. 

Inscrição Municipal

Primeiramente, é preciso você entender o conceito, no Brasil, a Inscrição Municipal (IM) é o número de identificação do contribuinte no Cadastro Tributário Municipal. E é de caráter obrigatório para as empresas que prestam serviços.

Emissão de Nota

Contudo! Após ter realizado todas as liberações necessárias, você deve estar se perguntando “é como emitirei nota fiscal”. Pois, bem! Você terá 2 opções:

  1. Solicitar o acesso à prefeitura: Nessa opção você deverá ir até à prefeitura e efetuar um cadastro de solicitação para você conseguir ter acesso ao portal do site.
  2. Contratar alguma contabilidade que forneça esse serviço.

Achou complicado? Fique calmo, nós temos sistema de emissão de nota fiscal, é grátis para nossos clientes da contabilidade.

             

Médico pode ser MEI?

A princípio, posso abrir um MEI como Médico? A resposta é, não! Por ser  uma profissão regulamentada como, por exemplo: (Arquiteto, Engenheiro ou Dentista) por, essas atividades  terem conselhos, ou seja!

Com legislações  próprias, ela é impeditiva no MEI. Mas não se preocupe, existe outra opção para quem busca um CNPJ.

Tipos de Natureza jurídica?

Entretanto, antes de abrir uma empresa, é necessário definir primeiro qual o tipo de empresa você deve abrir.

Existem diversos formatos jurídicos de empresa, o que é importante é analisar o perfil da sua empresa para escolher a melhor opção:

1 — Empresário Individual (EI): Esse formato de empresa como nome já diz, é um empresário individual, nesse tipo de empresa o empresário pode faturar muito mais que o MEI, por exemplo, no regime do simples nacional pode chegar até R$4,8 (milhões) por ano equivalente R$400 (mil/mês).

2 — Sociedade Limitada (LTDA): Esse tipo de empresa é em sociedade, onde 2 ou mais sócios se unem para abrir a empresa, podendo faturar até R$4,8 (milhões) por ano equivalente R$400 (mil/mês). Além, de poder contratar muitos funcionários.

3 — Sociedade Limitada Unipessoal (SLU): Esse formato é novo, serve para empresário que não quer trabalhar com sócios. É um tipo de empresa que tem a mesma proteção jurídica da EIRELI, porém a EIRELI foi extinta! Nela você pode começar com qualquer capital social, podendo faturar até R$4,8 (milhões) por ano. Já na EIRELI, por exemplo, você precisaria integralizar um capital de 100x o salário mínimo. Ou seja, a SLU é o melhor tipo de empresa para quem busca uma proteção jurídica.

Ou seja! Essas são os principais tipos jurídicos de empresa e cada uma dessas opções tem suas características, é importante analisar bem para realizar a melhor escolha, pode contar com nossa assessoria para te ajudar a escolher a melhor opção para sua empresa.

             

Passo a Passo

No entanto! Veja o passo a passo como é realizado a abertura de um CNPJ:

  1. Fazer o certificado digital do CPF;
  2. Solicitar a viabilidade na junta comercial;
  3. Preencher o DBE para pedir o CNPJ na Receita Federal;
  4. Preencher a FCN integrando junta comercial e receita;
  5. Pagar as taxas;
  6. Assinar os documentos;
  7. Protocolar o processo de abertura.

como abrir um CNPJ para Medico para pagar menos imposto

Conclusão

Enfim, Chegamos ao final desse conteúdo, contudo! Espero que vocês tenham gostado, qualquer dúvida  pode contar conosco para mais  esclarecimentos.

             

 

Rolar para o topo