Zconti

Como Abrir uma Microempresa (ME)?

Quer saber como abrir uma Microempresa? Ser o próprio chefe é o sonho de muitos brasileiros, porém antes de abrir uma empresa é preciso tomar alguns cuidados para não errar nesse momento tão importante, afinal de contas você está realizando um sonho.

Pra começar, primeiro você deve se preocupar com a documentação e planejamento do negócio, para que tudo saia como planejado, afinal de contas sem planejamento você terá problemas no meio do caminho. É nesse momento que você tem que escolher a contabilidade certa pra te orientar nesse momento, para que sua empresa comece com o pé direito.

Primeiramente, somos especialistas em negócios digitais, bem como seja ela; abertura de CNPJ, liberação de nota fiscal ou acompanhamento tributário para redução de impostos.

             

 

Planejamento de Negócio

Sobre tudo, o plano de negócio é o mapa do sucesso da sua empresa, é onde você coloca todas as informações necessárias para sua empresa dar certo, logo abaixo vou te dá algumas dicas de perguntas que precisam ser respondidas no seu plano de negócios, acompanhe:

— Qual o ramo de negócio ideal?

— Seu público alvo?

— O endereço ideal para sua empresa?

— Será melhor abrir um negócio online ou físico?

— Qual o nome ideal para sua empresa?

— Quanto de investimento será necessário?

— Quem são meus principais concorrentes?

— Em quanto tempo começo ter retorno do investimento?

— Quais estratégicas de Marketing usar?

Com essas perguntas respondidas você terá segurança para começar seu negócio de sucesso. Porém, para abrir uma empresa , você terá que saber o valor de Capital Social invistir.

Qual o Capital Social para a Abrir uma Microempresa

Não existe valor mínimo nem máximo de capital social para abrir uma Microempresa, porém o valor do capital social deve ser proporcional ao tamanho do seu negócio, se vai abrir uma empresa pequena, precisa de uma valor pequeno de capital, no mesmo raciocínio, se for abrir um negócio grande, consequentemente vai precisar de um valor maior de capital social.

Uma dica importante! Não pense em complementar o capital para abrir uma microempresa pedindo empréstimos para instituições financeiras. Isso só fará com que o seu negócio comece muito mal. Afinal, você não sabe como será a lucratividade da empresa nos primeiros meses. Por esse motivo, é importante que você tenha um capital inicial para que esse investimento seja realizado.

Obviamente, você deve pensar positivo e acreditar que tudo dará certo. Porém, você também deve pensar que nos primeiros meses você vai pagar dívidas e estará se adaptando a nova fase. Por isso, vá com calma.

Abaixo você confere exemplos de alguns itens que devem ser levados em consideração na hora de definir o capital inicial para a abertura de microempresa:

– Aquisição de Materiais/ Mercadorias/Máquinas; e

– Gastos com a decoração da empresa.

Em resumo, são todos os recursos necessários para que a empresa possa funcionar perfeitamente. Também é importante que você tenha um Capital de Giro para as despesas iniciais, afim de evitar dores de cabeça futuras. Não se esqueça de conhecer bem os custos do seu negócio e de separar finanças pessoais de profissionais.

No entanto, para realizar a abertura de um CNPJ ME exite 3 opções de natureza jurídica para você.

Tipos de CNPJ

1 — Empresário Individual (EI): Esse formato de empresa como nome já diz, é um empresário individual, nesse tipo de empresa o empresário pode faturar muito mais que o MEI, por exemplo, no regime do simples nacional pode chegar até R$4,8 (milhões) por ano equivalente R$400 (mil/mês).

2 — Sociedade Limitada (LTDA): Esse tipo de empresa é em sociedade, onde 2 ou mais sócios se unem para abrir a empresa, podendo faturar até R$4,8 (milhões) por ano equivalente R$400 (mil/mês). Além, de poder contratar muitos funcionários.

3 — Sociedade Limitada Unipessoal (SLU): Esse formato é novo, serve para empresário que não quer trabalhar com sócios. É um tipo de empresa que tem a mesma proteção jurídica da EIRELI, porém a EIRELI foi extinta! Nela você pode começar com qualquer capital social, podendo faturar até R$4,8 (milhões) por ano. Já na EIRELI, por exemplo, você precisaria integralizar um capital de 100x o salário mínimo. Ou seja, a SLU é o melhor tipo de empresa para quem busca uma proteção jurídica.

Para quem quer abrir uma Microempresa  esses são os tipos de empresas, agora é ver qual desses mais se adequá ao seu perfil de negócio. Veja os primeiros passos! Para realizar a abertura do seu CNPJ.

Primeiros Passos

A primeira coisa a se fazer é separar todas as documentações básicas como: (RG, CPF ou CNH) ou qualquer outro documento compatível, por exemplo, se você for é um profissional de classe como: (Arquiteto, Engenheiro, Médico, Dentista ou Representante Comercial) a sua carteira é habilitada como documento de identificação também.

Por fim, uma dúvida recorrente de muitos no ato da abertura é se o comprovante de endereço precisa estar no nome do titular e a resposta é “não”.

Continuando com os documentos necessários estarei deixando logo a baixo um checklist dos documentos:

  1. RG, CPF, CNH ou outro citados anteriormente;
  2. Comprovante de endereço residencial do titular da empresa;
  3. Titulo de eleitor ou recibo da declaração de imposto de renda;
  4. Comprovante de endereço da empresa;
  5. Estado civil do titular da empresa (certidão de casamento);
  6. Profissão do titular da empresa;
  7. Capital social a ser investido para montar a empresa (investimento total para abrir o negócio) e (porcentagem de cada sócio);
  8. Razão social (Nome empresarial)
  9. Nome fantasia da empresa;
  10. Telefone da empresa;
  11. E-mail da empresa;
  12. Atividades da empresa; e por último
  13. Número do IPTU do endereço da empresa

OBS: Caso o administrador for servidor público deverá ser nomeado um terceiro como administrador, ou se por ventura se você for aposentado pelo INSS, você não poderá abrir empresa no seu nome tendo assim que, abrir no nome de outra pessoa. Logo em seguida estarei te mostrando o passo a passo de como é  realizado a aberturada de um CNPJ.

Passo a Passo

Vamos falar sobre o Passo a Passo de como abrir um CNPJ. Primeiramente você terá que adquirir um Certificado digital do CPF, temos uma parceria com  Soluti que por ser nosso cliente conseguimos um valor mais acessível ou você pode procurar uma certificadora na sua cidade para estar adquirindo. Esse é o primeiro passo para abrir uma empresa o restante você pode fazer totalmente online não precisa nem sair de casa.

Abrir um CNPJ envolve vários procedimentos em diversos órgãos do governo. Antes de começar todo o processo é necessário solicitar a viabilidade para abertura da empresa na junta comercial.

Nessa viabilidade que saberemos se é possível ou não abrir a empresa com as informações apresentadas. Normalmente a viabilidade demora até 3 úteis para liberar a autorização de nome empresarial e validação das informações.

Passo a passo para abrir uma empresa:

  1. Fazer o certificado digital do CPF;
  2. Solicitar a viabilidade na junta comercial;
  3.  Preencher o DBE para pedir o CNPJ na Receita Federal;
  4. Preencher a FCN integrando junta comercial e receita;
  5. Pagar as taxas;
  6. Assinar os documentos;
  7. Protocolar o processo de abertura.

Após a junta comercial analisar e aprovar o processo de abertura, será disponibilizado no site da junta comercial o contrato social e link para gerar o CNPJ na Receita federal.

Esse foi um passo a passo para abertura de um CNPJ.

Em poucos dias você vai ter sua empresa aberta, pronta para funcionar, porque abrir uma empresa tem ficado cada dia mais rápido, mas é importante contar com quem entende de abertura de empresa, para não ter atraso e nem dor de cabeça.

Licenciamentos

  1. Alvará de Funcionamento;
  2. Inscrição Municipal; é por último
  3. Emissão de Nota Fiscal.

1. Alvará de Funcionamento

Entretanto! O Alvará de Funcionamento é concedido a prefeitura do seu município e os documentos exigido são:

  • Planta do imóvel onde você abrirá seu negócio;
  • Cópia do IPTU pago;
  • CPF e RG, originais ou cópias, da pessoa responsável pelo negócio;
  • O Setor, Quadra e Lote do imóvel;
  • Escritura do Imóvel e contrato de locação se for o caso.

Contudo, é obrigatório ter a autorização do Corpo de Bombeiros para a abertura.

2. Inscrição Municipal

Primeiramente, é preciso você entender o conceito no Brasil, a Inscrição Municipal (IM) é o número de identificação do contribuinte no Cadastro Tributário Municipal. E é de caráter obrigatório para as empresas que prestam serviços.

3. Emissão de Nota

Contudo! Após ter realizado todas as liberações necessárias, você deve estar se perguntando “é como emitirei nota fiscal?”. Pois, bem! Você terá 2 opções:

  1. Solicitar o acesso à prefeitura: Nessa opção você deverá ir até à prefeitura e efetuar um cadastro de solicitação para você conseguir ter acesso ao portal do site.
  2. Contratar alguma contabilidade que forneça esse serviço.

Achou complicado? Fique calmo, nós temos sistema de emissão de nota fiscal, é grátis para nossos clientes da contabilidade.

Sede Virtual

Abrir um CNPJ em sede virtual diminuirá muito as despesas da sua empresa. Principalmente no começo, estarei aqui te mostrando os benefícios de abrir um CNPJ na sede virtual.

Primeira coisa que você tem que entender é que quando você for abrir um CNPJ você irá precisar de um endereço comercial, aí onde está o problema! Se você for de uma grande capital como (São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba) dependendo do local que for alugar, pode custar um valor de R$1.000,00 até R$3.000,00. E com a sede virtual seus custos será em média de R$90,00.

Em alguns estado como, por exemplo, Rio de Janeiro o custo de emissão de Alvará e muito alto podendo chegar ser cobrado até R$1.500,00 anual, vendo isso fizemos uma pesquisa ao nível nacional e chegamos a conclusão que o melhor lugar para se abrir uma empresa é em Brasília-DF.

Em outras palavras, por a capital não ter prefeitura só é cobrado uma taxa de licenciamento anual entre R$40,00. Além do custo benefício você estará evitando burocracias no processo, enquanto em outras capitais demora até 60 dias para você está conseguindo emitir nota fiscal.

Contudo! No endereço virtual em Brasília em 15 dias você já vai estar com seu CNPJ constituído e estará conseguindo emitir nota fiscal. Então, esses são uns dos benefícios que você terá em usar a sede virtual.

O Seu Sucesso Depende De Você!

A princípio, com todas essas dicas te ajudou no processo de como abrir uma empresa de serviços, sem dúvida. Mas o sucesso da empresa depende de você. Estude a concorrência, o mercado, se mantenha atualizado.

Estarei, te passando 3 dicas valiosas para você conseguir gerenciar seu negócio com mais rapidez e mais resultado.

  • A primeira dica: É sobre tecnologia, é muito importante que você tenha ferramentas tecnológicas que vão ajudar no processo administrativo da sua empresa, a tecnologia é uma grande aliada, busque ferramentas que facilitem o dia a dia da sua empresa.
  • A segunda dica: É sobre gerenciamento, e a gestão pode ser facilitada com um bom software financeira e emissão de notas fiscais, não comece seu negócio sem uma gestão correta, independente do tamanho do seu empreendimento, e fundamental para você ter ferramentas para a sustentabilidade da sua empresa.
  • A terceira dica: É sobre Marketing digital, os tempos mudaram e a maneira de fazer marketing também mudou, hoje em dia é essencial ter uma presença online para que as pessoas te encontrem. Hoje existem empresas que não tem estrutura física e fatura milhões pela internet, por isso minha dica para você é que você tenha presença online, primeiro você deve ter um bom site, fazer campanhas no Google, Facebook, Instagram, tudo isso ajudará você a vender muito mais.

Abertura de uma MicroempresaFonte: Internet/Freepik

Conclusão

Enfim, Chegamos ao final desse conteúdo, espero que vocês tenham gostado, qualquer dúvida  pode contar conosco para mais  esclarecimentos.

             

 

Rolar para o topo